domingo, janeiro 09, 2011

A vida num só dia

Mudei de casa, tive outro filho, não tenho tido tempo para me coçar e ainda menos para escrever. Parecendo que não dá um certo jeito ter duas mãos para usar o teclado e um cérebro funcional em vez de servido com ovos mexidos para o jantar.
Mas la, la, la, la, la ialalaialala, estou voltando.

7 comentários:

dorean paxorales disse...

???!
parabéns outra vez!

Helena disse...

O quê? Acontece tudo isso e nós aqui sem sabermos de nada? Vou protestar com o wikileaks, anda-se a esquecer de revelar o que é mesmo importante. ;-)
Então: muitos parabéns! E até já.

D. Ester disse...

obrigada! a bimaternidade deu para a info exclusão, é só questao de me organizar. o bebé já fez um mês inteirinho e o outro 1 ano, pfff, peanuts.

Helena disse...

1 e 12 meses? Ai, pobre mãe! Isso deve ser uma barafunda, aí em casa. Espero que haja um exército de avós e tios a dar uma ajudinha!

D. Ester disse...

na realidade são 1 e 14 meses, but who's couting. Nada de exercito a ajudar, somos só pai e mãe de porte guerreiro e tez branco cadaverico (temos empregada, mas essa mantem o tom rosado). O que me dava jeito eram uns avós adoptivos, olaré se dava.

Helena disse...

Já ouvi falar nisso, avós adoptivos. A sério. Uma espécie de dar e receber: reformados que agora nos ajudam a cuidar dos nossos filhos, e que visitaremos depois quando estiverem entrevadinhos e assim.
Mas isto não é conversa para quem anda a dormir quatro horas.
(Já pensaram em pedir a bons amigos - aos melhores dos melhores - que venham fazer o turno da noite ao fim de semana? Nós fazíamos isso com amigos que tinham gémeos, eles diziam que "parecia Natal e Páscoa no mesmo dia")

M9 Review disse...

Terrific post! I've bookmarked your website as well considering I realized it is truly educational and I enjoyed reading your posts.