terça-feira, dezembro 22, 2009

Ossos do ofício

Há quem faça calos nos dedos de tanto escrever com o próprio punho. Os cavadores ganham-nos nas palmas das mãos, os caminhantes nas solas dos pés.

O meu filho tem um na boca.




Resta-nos saber se é tudo fome ou se anda a alimentar um édipo como deve ser.

3 comentários:

sem-se-ver disse...

:)))))))))))))))))))))))))))



já agora, Bom Natal para todos vós.


beijo.

Marta F. disse...

Que lindo :) visita o meu blog, é recente e precisava de uma ajudinha para ele andar para a frente!

Bisous

D. Ester disse...

sem-se-ver, espero que o seu tenha sido óptimo. O nosso foi passado a levar a boa nova do menino de casa em casa, o que não deixa de ser irónico - no presépio nem têm de sair de casa.

marta, um blog para andar para a frente só precisa de quem o escreva, o resto são detalhes.

Bom ano!