sábado, janeiro 03, 2009

Resoluções de ano novo - 10

Número 10 - Tratar (melhor) do carro

Já com a dita fora do prazo, marco a inspecção que serve até para averiguar do seu grau de conservação. Espero a minha vez ao lado de outras pessoas com igual ar macambúzio, entre ressacas e gripes ainda por curar do ano anterior. Uma voz feminina chama-me pela matrícula, pedindo-me sublinhando o por favor que me dirija à linha 3, onde me espera um circunspecto inspector que me manda avançar com sinais que descortino com dificuldade, afinal é mais para a direita. Segue-se a saga dos mínimos, médios, máximos, piscas, que se repete para a parte traseira acrescentando a luz de marcha atrás e a de nevoeiro, seguindo-se o triângulo e colete (XL, faz-me sempre rir pensando no dia em que o terei de usar).

Passando à parte séria, a dos travões e suspensão, para a qual já tenho resposta preparada. "Importa-se que seja eu a fazer?", pergunta-me. "Claro que não, até lhe ponho o banco mais para trás e tudo", arranco-lhe assim um sorriso aberto e genuíno, pondo o bold não apenas na sua superioridade na capacidade de travar o meu carro como nas suas dimensões viris comparadas com as minhas (como sou pequena é truque que resulta sempre, e à qual o típico macho português se revela sensível).

Apenas me devolve a primazia do condutor porque tem de me mandar guinar a direcção enquanto inspecciona qualquer coisa nas entranhas, nunca soube o quê e dou graças por terem finalmente instalações que não me obrigam a ser içada a 3 metros de altura do chão, situação que me deixa em meio pânico a achar que é desta que faço as manchetes do correio da manhã com um acidente mais que insólito.

Veredicto final: aprovado por unanimidade, mas sem louvor e com uma distinção. Diz que tenho os faróis descaídos. Venho-me embora, não sem antes verificar no espelho retrovisor se se estaria a referir ao aparecimento de algum pé de galinha.

5 comentários:

Lince disse...

D. Ester!

Passou... e o que interessa, desde que nao seja apanhada pela policia, como eu fui, tem mais um ano para fazer as delicias dos condutores do nosso pais...
Adoro ve-la no seu maquinao, com os oculos muito grandes!

Confesso que quando li a historia dos farois tambem se me parou o coracao um nanesimo de segundo...

Bjs
Lince

gosto de ver calendários com faróis disse...

faróis = pés de galinha ???

e ainda se diz que as mulheres percebem de mecânica...

sem-se-ver disse...

quero desejar-lhe um óptimo ano.

beijo

D. Ester disse...

Lince, ao menos isso. E os óculos escuros sempre tapam o mau humor matinal, para que possa deliciar os condutores sem os assustar.

senhor dos calendários, talvez para si farol seja sinónimo de outros apêndices que não os faciais. eu gosto de pensar que o meu olhar ilumina mais do que o meu busto, mas lá está, sou uma wishful thinker.

sem se ver, muito obrigado, já lhe deixei o meu desejo no seu cantinho também.

Lucubrina disse...

Genial!!!
Mas teve mais sorte que aqui esta.
Chumbaram o meu porque os faróis estavam altos só que o inspector quando mandou rodar mandou mal e eles ficaram altos.
Altivos, porque paguei nova ida, para aprovarem, ensinando como devia fazer com o tipo de carro (marca) que tinha nas mãos.

Bom Ano de 2009, sem inspecções, porque penso que andamos todos cansados de pagar para a única fábrica que produz neste país - pagamento de infracções (multas, prestações.... cardápio variado) aos já são mais que penalizados - nós os reles contribuintes.